Como escolher uma empresa de desenvolvimento de lojas online

Código-fonte

Num projeto de ecommerce, o parceiro de desenvolvimento escolhido é mais importante do que a tecnologia utilizada.

Escolher uma empresa de desenvolvimento de lojas online é uma decisão crucial que influencia diretamente o sucesso ou o fracasso de um projeto de ecommerce. Tão importante como ter a plataforma de ecommerce certa é ter o parceiro de desenvolvimento certo.

No entanto, grande parte das empresas está pouco familiarizada com os fatores que devem ser ponderados quando se procura um parceiro de desenvolvimento web.

A solução que funciona para uns projetos de ecommerce pode não funcionar para outros porque os processos e regras de negócio variam de empresa para empresa. A melhor solução de ecommerce é aquela que vai ao encontro das necessidades do negócio e permite o crescimento futuro do mesmo.

Para minimizar os riscos e maximizar o potencial de sucesso do projeto, a decisão deve ser baseada num processo rigoroso e objetivo. Há etapas essenciais que devem ser tidas em consideração para se escolher o parceiro certo para o desenvolvimento de uma loja online.

Definir os requisitos do projeto de ecommerce

Antes de começar a procurar empresas de desenvolvimento de lojas online, defina claramente os requisitos do projeto.

Comece por fazer um levantamento dos recursos tecnológicos existentes (ERP, software de faturação, CRM, etc.) para conhecer as necessidades de integração da loja online com as ferramentas existentes.

Documente todos os requisitos, tanto em termos de interface e experiência do utilizador (UI/UX) como de funcionalidades, integração (software, gateways de pagamento, transportadoras, etc.), segurança e escalabilidade.

Organize toda a informação e produza o caderno de encargos da loja online.

Pesquisar e criar uma shortlist de empresas de desenvolvimento de lojas online

Procure empresas de desenvolvimento web especializadas em ecommerce. Identifique as que têm histórico no desenvolvimento de lojas online e experiência em lidar com as integrações necessárias para o comércio eletrónico (ERP, métodos de pagamento, transportadoras, etc.).

Faça uma lista restrita (shortlist) das empresas que se alinham com o histórico, experiência e conhecimento pretendidos.

Analisar a experiência e o portefólio de cada empresa

Analise cada empresa selecionada para a shortlist. Identifique as que têm provas dadas na construção de lojas online e que possuam um portefólio de projetos de sucesso.

Consulte as referências de clientes, casos de estudo publicados e testemunhos de clientes para avaliar a experiência, qualidade de trabalho e satisfação do cliente.

Adicionalmente, procure saber há quanto tempo os clientes se mantêm com a empresa. Relações duradouras são sinónimo de empresas profissionais e de projetos bem-sucedidos.

Avaliar as competências técnicas

Avalie as competências técnicas de cada empresa de desenvolvimento. Verifique se têm profissionais qualificados e experientes em implementação de lojas online.

Independentemente do histórico e do portefólio de clientes, é imperativo que dominem as tecnologias e competências técnicas necessárias para um projeto de ecommerce:

  • Desenvolvimento front-end
  • Desenvolvimento back-end
  • Bases de dados
  • API
  • Integração com ERP
  • Integração com CRM
  • Integração com métodos de pagamento
  • Integração com transportadoras

Entre outras competências relevantes.

Solicitar propostas (RFP)

Os pedidos de propostas às empresas da shortlist devem ser acompanhados pelo caderno de encargos, também denominado como request for proposal (RFP), um documento que reúne todos os requisitos funcionais e não funcionais do projeto de ecommerce.

O RFP é a peça central do procedimento de contratação do serviço de desenvolvimento da loja online. Por um lado, ajuda a comunicar melhor as necessidades do projeto às potenciais empresas de desenvolvimento web. Por outro lado, fornece uma base clara e objetiva para avaliar e comparar as propostas, de modo a tomar uma decisão informada sobre a melhor solução.

Ao redigir o RFP, é importante definir claramente os requisitos e expectativas para a solução pretendida. Descreva o projeto, incluindo o âmbito e os resultados esperados. Inclua as especificações técnicas, funcionalidades, prazo de implementação e outras informações relevantes. Se possível, inclua a expectativa de orçamento.

Quando enviar o RFP, solicite aos potenciais parceiros de desenvolvimento para detalhar as propostas, tanto em termos de funcionalidades como de preço.

Analisar as propostas recebidas

Analise detalhadamente as propostas recebidas. Solicite orçamentos detalhados quando assim não forem apresentados. Tenha em consideração diversos fatores além do preço, nomeadamente as funcionalidades e segurança da plataforma de ecommerce, prazo de execução do projeto, condições de pagamento e serviços adicionais.

A versatilidade da plataforma de ecommerce é um dos aspetos mais importantes. É imperativo que a solução proposta seja capaz de se adaptar aos seus processos e regras de negócio e não ao contrário, em que o seu negócio é que terá de se adaptar ao que a plataforma permite fazer.

Certifique-se que a proposta inclui serviços de suporte técnico e manutenção contínua. Isto garante que a loja online permanecerá funcional e segura após a conclusão do projeto.

Do mesmo modo, verifique se todas as propostas incluem alojamento web (hosting) e serviços de gestão associados (administração de sistemas, gestão de servidores, atualizações e segurança informática).

Paralelamente, a comunicação eficaz e fortes competências de gestão de projetos são cruciais para o sucesso de qualquer projeto de desenvolvimento de lojas online. Pergunte quais os canais de comunicação disponíveis e que metodologia de gestão de projetos utilizam.

Procure parceiros que tenham gestores de projeto dedicados a cada cliente e canais de comunicação bem definidos, de forma a que possam fornecer atualizações frequentes sobre o projeto e responder rapidamente a eventuais dúvidas.

Reunir com os potenciais parceiros e esclarecer dúvidas

Reúna com as empresas de desenvolvimento que apresentaram as propostas mais adequadas ao RFP. É habitual haver duas a três reuniões com um potencial parceiro antes da decisão final.

Aproveite essas reuniões para esclarecer todas as dúvidas que tem sobre a solução apresentada pelo parceiro. Coloque questões relevantes relacionadas com a abordagem proposta, especificações técnicas, alojamento da plataforma, serviços de suporte, metodologia de trabalho e gestão de projeto.

Optar pelo parceiro certo para o presente e para o futuro

Quando escolher o parceiro de desenvolvimento, deve ter em consideração o crescimento do negócio e a escalabilidade da solução proposta.

Mais do que ser capaz de criar lojas online, que é, numa fase inicial, uma atividade de digitalização de processos, o parceiro certo, além de suprir as necessidades atuais do negócio, deve ser capaz de garantir a evolução e inovação do projeto de ecommerce.

A escolha de uma solução que oferece escalabilidade e opções de crescimento futuro permite que o seu projeto de ecommerce tenha uma base sólida que pode ser expandida à medida que o negócio evolui.

Por outro lado, também deve ser a solução a potenciar o crescimento do negócio, fornecendo desenvolvimentos e inovação constantes. Os negócios que se mantêm na vanguarda da tecnologia estão mais bem posicionados para obter vantagens competitivas no mercado. Áreas como Business Intelligence, Inteligência Artificial e automatização simplificam processos de negócios, melhoram a tomada de decisões e fomentam o crescimento das empresas.

Ao cumprir todas as etapas, a escolha de um parceiro para desenvolver um projeto de ecommerce torna-se mais fácil e mais objetiva, criando os alicerces para que o resultado final seja uma loja online de alta qualidade, segura e que cumpre os requisitos do negócio.


Este artigo foi redigido e publicado em primeira mão para o blogue da Bsolus.

Questões ou comentários?

Vamos conversar