Principais problemas que causam a mudança de plataforma de ecommerce (replatforming)

Plataforma

À medida que o negócio online cresce e o mercado evolui, surgem novas necessidades nos projetos de ecommerce. É nesse momento que se torna essencial ter uma plataforma flexível, personalizável e robusta, de forma a garantir a continuidade do negócio e a competitividade num mercado digital em constante mudança.

Existem vários motivos pelos quais as empresas podem precisar de mudar de plataforma de ecommerce. Os mais comuns são os seguintes.

Escalabilidade inadequada

Quando o negócio online cresce, a plataforma não é capaz de lidar com o aumento de tráfego, produtos e clientes. Uma plataforma de ecommerce escalável é essencial para garantir que o site possa lidar com o crescimento futuro, sem comprometer o desempenho ou a experiência do utilizador.


Limitações de funcionalidades

A plataforma não oferece todas as funcionalidades necessárias para cumprir as regras de negócio, de logística ou de marketing, por exemplo. O custo de desenvolvimento de novas funcionalidades é demasiado elevado ou o parceiro de desenvolvimento não é capaz de efetuar o desenvolvimento das novas funcionalidade pretendidas.

Problemas de desempenho

A loja online tem, frequentemente, problemas relacionados com tempos de carregamento lentos, erros frequentes e dificuldades de utilização. É essencial que a plataforma de ecommerce seja rápida e estável, de forma a garantir uma excelente experiência de compra e evitar a perda vendas devido a problemas técnicos.

Fraca interface de utilizador

A dificuldade em navegar em websites de comércio electrónico é um dos principais motivos pelos quais os utilizadores não compram online. Se a loja online possuir uma interface complexa, design desatualizado, pouco intuitivo e que não é adaptado para dispositivos móveis, a experiência do utilizador vai ser má e vai afetar a conversão.


Impossibilidade de personalizar e falta de flexibilidade

À medida que o negócio online cresce, as necessidades evoluem. Uma plataforma de ecommerce que não permite personalização de acordo com os requisitos do negócio, seja na aparência, nas funcionalidades ou nas integrações com outros sistemas impede o crescimento do projeto.

Ausência de suporte e atualizações técnicas

A plataforma não é atualizada regularmente em termos de segurança, tecnologia e boas práticas da engenharia web. O suporte técnico é lento ou extremamente burocrático e impessoal.

Má relação custo-benefício a longo prazo

Uma plataforma de ecommerce torna-se dispendiosa rapidamente se tiver as limitações descritas anteriormente. Serão necessários investimentos elevados que não estavam previstos, passando a solução a ter uma má relação custo-benefício e impossibilitando um retorno de investimento positivo.

Ausência de caderno de encargos 

O caderno de encargos de ecommerce é um documento que reúne todos os requisitos funcionais e não funcionais de um projeto de ecommerce. Ajuda a comunicar claramente as necessidades às potenciais empresas de desenvolvimento. A definição do caderno de encargos é um dos passos mais importantes no processo de escolha de uma solução de ecommerce. Sem o fazer, corre-se o risco da solução implementada não suprir as necessidades do negócio e de ser necessário mudar de plataforma a curto prazo.

Estes são apenas alguns motivos pelos quais as empresas são forçadas a mudar de plataforma de ecommerce. É importante avaliar cuidadosamente as necessidades do negócio, encontrar o parceiro certo de desenvolvimento de lojas online e criar um caderno de encargos de ecommerce.


Este artigo foi redigido e publicado em primeira mão para o blogue da Bsolus.

Questões ou comentários?

Vamos conversar